Paris é uma das mais lindas capitais do planeta, com seus charmosos cafés, o rio Sena e a inesquecível Torre Eiffel



Arte UOL
Paris, com 2,2 milhões de habitantes (10,9 milhões na região metropolitana), é um imenso pastiche de culturas, com tantas atrações históricas e culturais que uma vida inteira não seria suficiente para explorá-la.

Use e abuse do que a cidade tem a oferecer. Sinta o perfume nem sempre perfumado das estações de metrô, coma uma baguete com um queijo típico, observe o charme das ruas com os cafés nas calçadas, caminhe à beira do Sena tanto quanto suas pernas agüentarem.

Você pode se orgulhar de estar numa das verdadeiras capitais do planeta, que nada mais é do que uma grande metrópole como qualquer outra - só que, talvez, a mais linda de todas. E a descubra um pouco mais.

Observe a relação entre as pessoas, os parisienses, europeus, imigrantes de ex-colônias, cachorros, turistas (não necessariamente nessa ordem) e a integração de todos com o espaço urbano. Veja como exercem seus sentimentos de nacionalismo, orgulho, paixão, deslumbre, preconceito. Claro, visite a Torre Eiffel, o Georges Pompidou, o Louvre. Mas siga adiante.

INFORMAÇÕES E SERVIÇO


Fuso horário - 4 horas a mais em relação a Brasília

DDIM - 0033

Código de acesso - 01, mas está inserido no número do telefone.

Telefones de emergência - Polícia 122, Ambulância 123 e Bombeiros 124

Site do país - www.franceguide.com

Site da cidade - www.parisinfo.com, com versão em português

Gorjetas - Não é obrigatório, mas considera-se um gesto de educação deixar alguns euros como gorjeta para o garçom. Se você fizer uma refeição junto com franceses, vai perceber que eles deixam um trocado que, às vezes, pode parecer alto demais. No entanto, você, brasileiro, que não recebe salário em moeda européia, não se sinta na mesma obrigação. Todavia, será nulo o risco de passar por mal-educado se deixar em torno de 10% na mesa.

Feriados - Ano-Novo (1/jan); Páscoa; Dia do Trabalho (1/mai); Dia da Vitória (8/mai); Ascensão (20/mai); Segunda de Pentecostes (jun/jul); Dia da Bastilha (14/jul); Assunção (15/ago); Dia de Todos os Santos (1/nov); Dia do Armistício (11/nov); Natal (25/dez).

Embaixada brasileira - 34, Cours Albert 1er - Paris, fone 01 45 61 63 00, ambassadeur@bresil.org

Consulado brasileiro - 34 bis, Cours Albert 1er, fone 01 43 59 03 26, setorconsular@bresil.org

Banco do Brasil - 4, Avenue de La Grande Armée, Paris, fone 01 40 53 55 21, paris@bb.com.br. Funciona nos dias úteis das 10h-15h.

Moeda - O euro substituiu o tradicional franco francês - o que, diga-se de passagem, muitos franceses ainda lamentam

Valor de troca - €1 = R$2,60 = US$1,25

Informações turísticas - Chamado Office de Tourisme, o principal centro de informações fica na 25, Rue des Pyramides, metrô Pyramides, aberto seg/sáb 10h-19h e domingos 11h-19h. Outros postos são encontrados na Opéra, 11, Rue Scribe, metrô Opéra, seg/sáb 9h-18h30; em Montmartre, 21, Place du Tertre, metrô Abbesses, diariamente 10h-19h; de maio/set junto à Torre Eiffel, entre os pilares leste e norte, 11h-18h40; e nas estações da Gare du Nord, diariamente 8h-18h; e na Gare de Lyon, seg/sex 8h-18h. Ao contrário do que as más línguas diriam, dificilmente você será atendido por alguém que não fale inglês, e não duvide achar quem arranhe no português. Aliás, a França está investindo pesado no turismo - sites de informações em vários idiomas, novos escritórios de atendimento a turistas, equipe bem treinada e simpática e muito material à disposição. Mapas gratuitos não faltam - inclusive em hotéis, albergues, lojas de departamento - invariavelmente patrocinados por grandes magazines como Galeries Lafayette e Printemps ou McDonalds.

Entre os serviços prestados pelas oficinas de turismo estão a reserva de hotéis (ou em albergues, conforme a disponibilidade), a venda de ingressos para algumas atrações e para passes de metrô/ônibus e informações sobre concertos e espetáculos em geral. Disponíveis nas centrais de informação turística (e também na Fnac e em algumas estações de metrô), e útil para quem for circular bastante, é a Carte Musée et Monuments, um passe válido para 1, 3 ou 5 dias (€18/36/54), que possibilita descontos em certos museus - mas não dá direito à entrada em exposições temporárias. Mas lembre-se de que alguns museus em Paris são de graça. Nos mesmos locais, a Carte Paris Visites dá acesso ilimitado aos transportes públicos (inclusive aos que vão a Versailles, Eurodisney e aeroportos). É vendido para 1 dia (€8,35 a €23,60, dependendo da zona da cidade), 2 dias (€13,70 a €34,30), 3 dias (€18,25 a €42,65) ou 5 dias (€26,65 a €53,35). Não se esqueça de que você caminhará bastante em Paris, nem sempre valendo o investimento de um passe desses. Informe-se também sobre o novo Paris City Passport, livreto com dicas de museus, passeios e programas culturais, que concede desconto de até 50% em algumas atrações, podendo ser estendido por mais €5, incluindo também os transportes.

Câmbio - Bancos, casas de câmbio e até os correios -La Poste- trocam dinheiro. Travel-cheques também podem ser cambiados em determinadas agências dos correios, com a barbada de que as agências centrais das maiores cidades são cadastradas pelas empresas que vendem os cheques de viagem, não cobrando comissão. No caso das casas de câmbio, os valores são mais competitivos e variam bastante. Bancos cobram de 2% a 10% de comissão.

Telefone - O sistema de telefonia francês, administrado pela France Telecom, é de 10 dígitos, 2 para o código de área e 8 para o número do telefone. Os prefixos variam conforme a região: 01 para Paris e Île de France, 02 para o noroeste, 03 nordeste, 04 sudeste e 05 sudoeste. Mesmo estando em Paris, para uma ligação local você deve discar primeiro o 01 e depois os 8 dígitos restantes. Há bem mais telefones de cartão do que de moeda. Pode ser útil comprar um para as ligações do dia-a-dia (reservar albergues ou hotéis, informações etc.). A chamada local custa em torno de €0,30/min ou uma unidade de cartão, que pode ser encontrado em 50 ou 120 unidades. Ligando do Brasil - 00 + (código da operadora brasileira) + 33 (código do país) + telefone com 9 números, sem o zero (se for para Paris, começa direto no 1). Ligando para o Brasil - para chamadas internacionais, disque 00, aguarde o sinal e digite o código de acesso do país, sem o zero (55 para o Brasil), o código de área e o número de telefone. Ligando a cobrar via operadora brasileira, 0800-99-0055.

Correios (La Poste) - Aberto seg/sex 8h-12h/14h-17h, sábados 8h-12h. Selos (timbres) para cartões postais para a América Latina saem por €0,90. Também enviam pacotes com o peso que você desistiu de carregar, contanto que caibam nas caixas que eles oferecem. Preços variam conforme o peso, mas por navio é sempre mais barato (a partir de €13), ainda que demorado. Algumas agências de correios, normalmente as centrais, também trocam travel-cheques.

Internet - Vários cibercafés, entre eles: Village Web, 6, Rue Ravignan, das 10h-22h, €2/1 hora.XSArena, no 43, Boulevard Sebastopol ou na 53, Rue de la Harpe, aberto 10h-22h, €3/1 hora, você compra um cartão com créditos e utiliza quando quer. Também há muitos EasyEverything nas ruas de Paris, do tipo que você paga conforme a lotação do local.

Assistência médica - Hôpital Américain de Paris, 63, Blvd Victor Hugo, Neuilly, fone 01 46 41 25 25;Hôpital Bichat, 46, Rue Henri Buchard, 18ème, fone 01 40 25 80 80.

Fonte: Uol Viagens

4 comentários:

Rômulo Martins disse...

Paris é a cidade mais linda do mundo em minha opinião. O único motivo de não morar lá é por causa da língua...já tentei, mas não creio que vá ser nessa vida que serei fluente em francês...Ótimo post.

Verônica disse...

Olá,

Muito bom seu blog contém informações otimas para os turistas. Concordo com o Romulo que Paris encontra-se entre as mais belas cidades do mundo.

Abraços,
Verônica
www.falaturista.com.br/destino/hotel-rio-de-janeiro

Verônica disse...

Olá, tudo bem?

Gostei muito do conteúdo do seu blog, gostaria de enviar uma proposta de artigo, caso tenha interesse, por favor, entre em contato pelo meu email, (veronica.fassoni@gmail.com).

Abraços,
Verônica
www.falaturista.com.br

Viajante disse...

gostei deste relato, bem completo, com dicas legais!!

Muito boa esta série de links! podemos colocar tb nossa visão da Cidade Luz?

A série se chama Paris Além do Óbvio e tem dicas e curiosidades de uma Paris que poucos conhecem, só quem está morando por lá!

Viagens baratas para Paris

Postar um comentário